SolidWorks fecha parceria com a Olimpíada do Conhecimento 2018

Olimpiada do ConhecimentoSolidWorks


A SolidWorks será uma das apoiadoras da Olimpíada do Conhecimento, a maior competição de educação profissional das Américas e que ocorrerá de 5 a 8 de julho no Centro Internacional de Convenções do Brasil, em Brasília. Com entrada gratuita, expectativa é receber 40 mil visitantes entre representantes de empresas, do governo e estudantes.

“Estamos motivando jovens de todo o Brasil a criarem produtos inovadores que podem ganhar visibilidade internacional”, diz Mário Belesi, Diretor de Soluções SOLIDWORKS da Dassault Systèmes para a América Latina.

Na edição deste ano, mais de 340 jovens de todos os Estados e do Distrito Federal vão competir em 45 categorias. O torneio acontece a cada dois anos e reúne estudantes de cursos técnicos e de formação profissional do SENAI e dos Institutos Federais de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (IF). São avaliados os conhecimentos teóricos e práticos, as habilidades intelectuais e as atitudes consideradas essenciais para o exercício profissional competente, além do resultado final: produtos de projetos-teste desenvolvidos em uma situação real de mercado nas diversas ocupações. Os primeiros colocados se classificam para representar o Brasil na WorldSkills 2019, que acontecerá na Rússia.

Promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e pelo Serviço Social da Indústria (SESI), o evento mostrará inovações que prometem melhorar a qualidade de vida nos centros urbanos e revolucionar a educação nos próximos anos. De acordo com o diretor-geral do SENAI, Rafael Lucchesi, que também é diretor-superintendente do SESI, o intuito da Olimpíada é mostrar a necessidade de a indústria inovar constantemente para melhorar a qualidade de vida da população, ser mais eficiente no uso de recursos naturais e gerar melhores empregos e renda.

“No domínio das tecnologias 4.0, a educação assume um papel central. Por isso, apresentaremos inovações usadas em salas de aula do SESI e SENAI para formar o profissional do futuro e prepará-lo para lidar com um mundo com transformações constantes e rápidas”, afirma Lucchesi.

“A Dassault Systèmes, com sua marca SOLIDWORKS, já possui acordos com o SENAI em outras regiões do Brasil há mais de dez anos e essa nova parceria é de extrema relevância. Nosso objetivo é apoiar a transformação da educação para promovermos o avanço do Brasil. Dessa forma, estamos colaborando com a preparação de profissionais qualificados para comandarem os futuros avanços da indústria brasileira”, afirma Mario Belesi.

A Dassault Systèmes estará presente no Grand Prix de Inovação da Olimpíada para propor desafios a oito equipes com seis estudantes da EBEP do SESI e do SENAI de 13 Estados. Eles terão de desenvolver, em 44 horas, soluções para os desafios propostos por meio de método que usa inovação aberta e criatividade, empreendedorismo e redes colaborativas. Os alunos dos melhores projetos serão contemplados com uma viagem a um ecossistema de inovação. Essa iniciativa conta, também, com o apoio de empresas como Fiat Chrysler, BRF Brasil Foods e Ambev.

Uma das principais atrações será o Espaço Maker, no qual os participantes poderão criar produtos com auxílio de diversas tecnologias, das mais simples, como martelos e serrotes, às mais sofisticadas, como drones e impressoras 3D. Nesse espaço, também serão apresentados trabalhos desenvolvidos por estudantes do SESI e SENAI com uso de aplicações SOLIDWORKS.

De acordo com o diretor de Operações do SESI, Paulo Mól, por trás de todos esses processos pedagógicos, é possível desenvolver competências linguísticas, matemáticas, científicas e tecnológicas, além de estimular o trabalho em equipe. “Nesses espaços, é possível desenvolver produtos e processos que trarão mudanças significativas para a indústria nacional”, afirma.

Os vencedores da Olimpíada do Conhecimento deste ano irão representar o Brasil na WorldSkills 2019, torneio internacional de educação profissional que será realizado em agosto do próximo ano em Kazan, na Rússia. Ao todo, serão cinco duplas dos Estados de Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo que terão de montar um robô para realizar tarefas que simulam a movimentação de contêineres em um porto de cargas. Além do projeto, as equipes serão avaliadas em relação à organização, prática profissional e segurança no trabalho.

 

Para maiores informações sobre a Olimpíada do Conhecimento, acesse:

http://www.portaldaindustria.com.br/senai/canais/oc2018/